Liftoff Report

James Haslam by James Haslam | abril 14, 2021

O momento é ótimo para os apps de finanças e o impacto disso é profundo. Nunca tantas pessoas em tantos países utilizaram os apps de finanças para administrar suas vidas e fazer planos para o futuro.

A crescente popularidade dos apps de finanças, medida em instalações, supera até mesmo os apps de redes sociais, a categoria que tradicionalmente lidera o grupo de apps essenciais. Parece que as transações, e não mais as interações, estão se transformando em uma necessidade humana essencial. Trata-se de uma mudança extremamente importante que indica enormes oportunidades para profissionais de marketing em tempos desafiadores.

O Relatório de Apps de Finanças baseia-se em dados de 12 milhões de instalações de 188 apps de finanças para ajudar os profissionais de marketing a planejar e priorizar táticas em um mercado desafiador e dinâmico. Trabalhamos em parceria com a App Annie, uma empresa especializada em inteligência de mercado, para obter dados e métricas com o objetivo de identificar tendências importantes, padrões de comportamento significativos e outros fatores que os profissionais de marketing precisam saber para alcançar e converter o público-alvo desejado.

BAIXE SUA CÓPIA AGORA MESMO

Você também pode ler o relatório em chinês, coreano, espanhol ou japonês.

Pacote de estatísticas de finanças no contexto mobile

Nosso pacote de estatísticas conta com informações que ajudarão você a entender, antes de se aprofundar no relatório, como as finanças no contexto mobile mudaram no último ano:

  • Nos EUA, as receitas de apps de bancos digitais subiram 17%, e os downloads de apps aumentaram impressionantes 60%. (AppsFlyer)
  • Mais de 45% dos consumidores que participaram da pesquisa afirmaram que o coronavírus “mudou permanentemente” a forma como eles realizam operações bancárias e 31% deles pretendem usar mais os apps e serviços bancários mobile no futuro. (FIS)
  • Na Europa, o coronavírus causou um extraordinário aumento de 72% no uso de apps de fintechs. (Forbes)
  • No total, os usuários passaram uma média de 7,7 minutos por sessão em apps de serviços bancários e pagamentos em 2019. Em 2020, essa média subiu para 8,35 minutos, um aumento de 8,9%. A atividade em apps de investimento teve um crescimento gigantesco, e o número médio de sessões por dia disparou, subindo 88% de janeiro a junho de 2020. (Adjust)

O mobile é o novo padrão para serviços financeiros e os apps são a primeira opção dos consumidores que estão em busca de orientações e assistência em todas as etapas da jornada. Cabe aos profissionais de marketing transformar esse aumento no interesse em uma confiança duradoura. Baixe o Relatório de Apps de Finanças 2021 para saber mais.